Turismo

Aberta a temporada de Cruzeiros em Ilhabela

Consagrada como um dos mais importantes portos de parada de navios cruzeiros do Brasil, Ilhabela recebe, a partir do dia 29 de novembro, 32 escalas que devem trazer para a cidade mais de 70 mil turistas. Serão três companhias operando em Ilhabela durante o verão, trazendo para as águas do arquipélago seis transatlânticos, dos quais dois aportam pela primeira vez no Brasil.  A Costa Cruzeiros traz o Costa Victoria, com

Uma ilha cercada de encantos…

Declarada Reserva da Biosfera pela Unesco, com 85% de sua superfície coberta pela Mata Atlântica, Ilhabela foi transformada em Parque Estadual em 1977 e atualmente é considerada a cidade campeã em preservação ambiental. O resultado disso é a existência de um “pedacinho do paraíso”, onde animais silvestres e plantas exóticas são personagens comuns. Onde cachoeiras e trilhas recebem gentilmente os visitantes que buscam contato com a natureza. E onde praias

Feriado prolongado agita Ilhabela

O movimento das balsas foi intenso desde sexta-feira e os hotéis e pousadas registraram um alto índice de ocupação. No final da tarde, o tradicional passeio pela Vila foi o programa de grande parte dos visitantes, seguido por um jantar em um dos restaurantes da ilha, que também é conhecida pela variedade e qualidade de sua gastronomia. O feriado marca o início do período de pré-temporada, quando a ilha se

Laércio Ilhabela

Quando escolheu Ilhabela para morar, há vinte anos, Laércio Ilhabela já trazia consigo o amor pela música instrumental e, em particular, pelo violão brasileiro. Mas foi aqui que pode ver seu trabalho crescer e conquistar um espaço de destaque na música nacional. Reconhecido como um dos maiores instrumentistas do mundo, Laércio se dedica, há cerca de 30 anos, ao estudo de violão clássico, desenvolvendo desde então um trabalho de composição,

A História de uma Ilha

Os primeiros habitantes da Ilha foram os homens pré-históricos que deixaram as marcas de sua passagem em acampamentos temporários à cerca de 2.500 anos. Esses sítios pré-históricos são classificados como “acampamentos conchíferos”. Depois de algum tempo, viveram os índios tupinambás que usavam a Ilha como refúgio, pescavam em nossas baías e a chamavam de Mayembipe que significa “lugar de troca de prisioneiros e mercadorias”, função que os tupinambás faziam com

Mares do Sul

O paradisíaco sul de Ilhabela é considerado o trecho que se estende ao longo da antiga Avenida Perimetral Sul, da rotatória da balsa até Borrifos, perfazendo 18km de asfalto. Na verdade, esta única avenida da Ilhabela é na verdade uma estrada, a SP-131. Ao longo dela, ficam as oito melhores praias da ilha para banhos, snorkeling e mergulho, pois estão sempre limpas e calmas, suas águas são transparentes e suas

Parque Estadual de Ilhabela se transformará em destino ecoturístico

Reconhecida como cidade campeã de preservação da Mata Atlântica e com 85% de sua área pertencente a um Parque Estadual, Ilhabela tem inúmeros motivos para lutar pela preservação e pelo desenvolvimento de um projeto de turismo sustentável. Foi com base nessa proposta que Marília Britto R. de Moraes, arquita mestra em planejamento ambiental e atual Diretora do Parque Estadual de Ilhabela e toda a sua equipe conseguiram incluir a região

Congada do Glorioso São Benedito

A Congada é a maior manifestação cultural dos ilhéus, que chega aos dias de hoje mantendo muitas de suas características originais, que podem ser observadas em toda a sua organização. Esse ritual é repetido há mais de dois séculos, mantendo as falas, a música, as fardas, a representação e os toques da marimba e dos atabaques. História da Congada Por volta de 1785, o escravo Roldão Antônio de Jesus trouxe

Festa da Padroeira

Tão antiga quanto a história de Ilhabela, a devoção a Nossa Senhora d’Ajuda foi trazida para a cidade por colonizadores portugueses, que em suas expedições marítimas carregavam imagens da Santa, a quem pediam ajuda e proteção. Ao longo dos anos, a fé e as tradições portuguesas foram transferidas de colonizadores para colonizados, e hoje Nossa Senhora d’Ajuda faz parte das tradições e da cultura do povo caiçara. A primeira capela

A um passo do paraíso…

Bonete ou Castelhanos? Estas são as praias mais procuradas por turistas que querem conhecer o outro lado da ilha. O acesso só pode ser feito por barco ou jipe, mas o visual compensa o passeio. Na dúvida, visite as duas! Castelhanos Fica do outro lado da ilha, e embora exista acesso por terra, só é possível percorrê-lo em jipes 4×4. Também há quem se arrisque a chegar à pé, mas